Fundação Frei João Batista Vogel lança projeto DOE e arrecada 25 toneladas de alimentos

Por Weber Witt

19 milhões de brasileiros enfrentaram a fome somente no final de 2020, segundo dados da Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional

Para conseguir renda, os mais pobres são os que mais precisam sair de casa. Com as limitações impostas pelas medidas de enfrentamento à Covid-19, acentuou o número de pessoas com alguma vulnerabilidade e agravou um problema social recorrente: a fome. A urgência em alcançar essas pessoas fez a Fundação Frei João Batista Vogel (FFJBV) antecipar a formalização de uma rede de apoio de diferentes setores para atender o maior número de famílias.

Com esse propósito, nasceu o DOE – Despertar de Oportunidades e Empatia. A primeira atividade do projeto foi o DOE-Alimentos, que em seis drive-thrus realizados em diferentes regiões de Anápolis, arrecadou 25 toneladas de alimentos. Em cada ponto de coleta, a rede foi composta por parceiros como Ministério Público, Corpo de Bombeiros Militar e Polícia Militar de Goiás, entre diversos outros. O diretor executivo da FFJBV, Victor França, comemora o apoio das instituições.

“Agregar esses e outros parceiros à rede é um privilégio que a FFJBV com seus 45 anos de história de credibilidade e serviços prestados à comunidade pode dispor”, afirma o diretor executivo, que tem como braço forte à frente do projeto a coordenadora de Comunicação e Projetos Sociais, Inaê Ribeiro. “Participar efetivamente é sempre muito gratificante. Perceber realidades diferentes em nossa cidade e poder colaborar de alguma forma com o próximo me deixa realizado”, acrescenta Victor França.

 

Moradores dos bairros Daiana, Jardim Esperança, Santos Dumont, Jardim Promissão, Residencial das Flores, Novo Paraíso e Santa Cecília foram beneficiados com a ação. Ao todo, 850 famílias foram alcançadas com cestas básicas, kits infantis e de higiene. “Ser humano é ser responsável pelo outro, especialmente quando esse outro tem sua dignidade ferida e sofre”, afirma frei Túlio Freitas, frade Menor da Província do Santíssimo Nome de Jesus do Brasil, que integra a equipe DOE.

Segundo ele, ajudar o próximo não se trata de ato heroico e, sim, questão de honra. “O amor real acontece quando ele se torna dom de si oferecido ao outro. Poder olhar nos olhos de quem precisa e ajudar é encontrar a verdadeira riqueza que nos faz mais gente e nos aproxima de Deus”, diz. Para frei Túlio, o processo de evangelização nas ruas requer abertura de espírito e despojamento, dedicação e cuidado pelo outro.

“É preciso estar disposto a oferecer o melhor, sem julgar, na consciência e prudência de que nas ruas se é possível encontrar de tudo: pessoas bem-intencionadas e outras nem tanto, assim como nos escritórios e vestindo paletós. Afinal, falamos de gente”, afirma. Após a primeira ação, o desejo do frei é que todas as entidades parceiras do Doe possam ver florescer as sementes plantadas com dedicação.

Além das três instituições, integram à Rede as emissoras da FFJBV: Rádios São Francisco 97,7 e 96 FM; Juizado da Infância e Juventude; Colégio São Francisco de Assis; Comunidade Nova Aliança; Colégio Paroquial Santo Antônio; Paróquias Santana e Santo Antônio; Faculdade Católica de Anápolis; Cruzada pela Dignidade; 3⁰ Comando Regional da PM e Patrulha Maria da Penha; Câmara Municipal de Anápolis, Associação Comercial e Industrial de Anápolis (ACIA); e OAB Subseção de Anápolis.

Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Whatsapp
Enviar mensagem